O Lado Sombrio: Playtests – Quarta e Quinta Sessões

QUARTA SESSÃO

Hound se teleporta com Caleb e Mary Ann para um quarto de hotel em Quebec reservado previamente, e prontamente começam a traçar planos de ação. Hound partiria para a delegacia local em busca de ajuda para localizar a família Davis; Mary Ann busca por registros da vida de Tylla antes do casamento na biblioteca local, na esperança de cruzar com “yearbooks” da época do colégio ou matérias jornalísticas antigas; Caleb tenta coletar todos os traços internéticos da família.

Mary Ann encontra a informação que precisavam: o nome de solteira de Tylla era Zimmer. Ela informa Caleb, e ele encontra a antiga residência da família. Os dois visitam a casa, e percebem que os Davis não pisam ali há vários anos. Algo está errado. Pra onde Magnum e sua família iriam se não para cá?

Hound encontra certa dificuldade para descobrir o paradeiro dos Davis por não ter muito com que trabalhar. Ele pede para que continuem as buscas pelos videos monitorados e lhe mantenham informado. Ao sair do departamento, ele é surpreendido numa esquina por um grupo misterioso, e levado antes de conseguir reagir.

Na casa dos Zimmer, Caleb e Mary Ann são surpreendidos por uma vizinha curiosa enquanto vasculhavam o local, e depois de uma boa conversa fiada descobrem que Tylla e as crianças chegaram a ir para lá, mas foram levadas por um grupo de homens antes mesmo de chegarem a porta de casa. Com um pouco de insistência (afinal, isso teria acontecido há pelo menos 5 dias), conseguem a descrição do veículo usado: um manjado furgão preto.

Não conseguindo contatar Hound, os dois voltam ao hotel e começam a procurar por registros de imagens das câmeras próximas a casa dos Zimmer em busca do furgão, e do distrito da ASN em busca de Hound. Superior faz contato e diz que estará com eles na manhã seguinte. Caleb encontra um vídeo que mostra o sequestro de Hound, mas teve trabalho: alguém apagou os breves minutos cobrindo o sequestro. Felizmente, Caleb tem talentos que contornam artimanhas tecnológicas. Ele e Mary Ann visitam o local da abdução de Hound e encontram pouca coisa com que trabalhar.

Voltando ao hotel e investigando o furgão, eles usam uma série de critérios para diminuir as possibilidades, até reduzirem os veículos suspeitos a 3. Acompanhando registros de imagens destes com as localidades em que os celulares dos Davis enviaram seus últimos sinais, eles chegam a um ponto no mapa fora da cidade, na estrada a caminho de Montreal.

Seguindo naquela direção, Caleb e Mary Ann decidem descansar numa pensão de beira de estrada, mas percebem estar sendo seguidos por homens de preto e fogem pelo frio e congelado bosque atrás da pensão. Após minutos de perseguição, Mary usa um de seus dons para fazer com que um dos perseguidores se voltasse contra os parceiros, e uma série de disparos ecoa pela noite enquanto continuam correndo.

Exaustos e no limite de seu controle sobre as próprias escuridões, os dois alcançam a estrada principal. Concluindo que precisarão estar em plenas condições para sobreviver a esta crise, eles decidem seguir por direções opostas e liberar o lado sombrio, voltando a se encontrar na manhã seguinte. Aparentemente, ambos os lados da estrada compõem pastos e cenários naturais, diminuindo os riscos de acidentes com inocentes.

Receosos, eles se despedem e partem.

QUINTA SESSÃO

Na manhã seguinte, Mary Ann acorda no meio do nada, aparentemente ilesa, mas coberta por estranhos símbolos escritos ao longo de ambos os braços, pescoço e torso. A grafia parece ser dela mesma, mas não há maneira de entender o que querem dizer.

Caleb desperta sob uma árvore, perto do que parece ser uma pequena comunidade rural. Há marcas de sangue em sua jaqueta e ele encontra em seu bolso um dedo com anel, enrolado num lenço. Ele enterra o dedo, mantém o anel e, ainda intrigado, busca contato com Mary Ann e eles se encontram no hotel.

Enquanto tentam digerir o que podem ter feito enquanto estavam dominados pelo lado sombrio, Superior chega. Após as devidas apresentações, Superior é atualizado sobre as últimas descobertas.

Neste meio tempo, Sarif é envolvido na trama. Antes de ser levado, Hound lhe envia um “código de ativação”, o que desengatilha uma série de pistas e revelações sobre os seus últimos passos. Graças a eventos do passado, Sarif tem grande respeito e gratidão a Hound, que é uma das poucas pessoas que sabem como contata-lo. As pistas de Hound são bem específicas, do tipo que apenas alguém com a capacidade de viajar entre lugares instantaneamente e dotado de percepção extra-sensorial poderia decifrar. E assim, Sarif chega ao possível cativeiro.

Dando continuidade às buscas por meios tecnológicos, o trio no hotel também refina um possível paradeiro para uma pequena área no mapa: aquele mesmo pequeno aeroporto clandestino no meio do nada. Superior se prepara para voar até lá carregando Mary Ann, enquanto Caleb oferece assistência remota via comunicadores.

Alheio ao trio do hotel, Sarif se teleporta para o local clandestino e, após estudar a área brevemente, decide invadir: ele entra sorrateiramente pelo primeiro piso e nota três indivíduos distraídos por um jogo na TV. Um deles estava a cozinhar, e nem viu o que lhe acertou, mas os outros dois partem em direção a Sarif para entender o que estava acontecendo, e uma briga se inicia.

E é neste momento que, do lado de fora, Superior e Mary Ann chegam.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s