Ainda em débito, mas com algumas metas

Olá, meus 1d10 leitores! Sei que vivo prometendo um monte de coisas e nunca entrego nada, e com isso fico imensamente frustrado. Nos últimos meses me vi absolutamente vidrado no tema Fantasia Urbana. Em menos de 3 meses, devorei os 15 livros da série Dresden Files (os 14 principais e a coletânea de contos paralelos “Side Jobs”), de Jim Butcher, graças aos audiobooks que ganhei. Não pude deixar de vislumbrar o potencial daquela ambientação para jogos de rpg. Isto não deveria ser nenhuma novidade, visto que há tempos eu tenho a adaptação oficial lançada pela Evil Hat para o prestigiado sistema FATE, mas sempre me limitei à leituras superficiais porque não queria estragar a leitura dos livros originais.

Uma coisa levou a outra, e em seguida devorei “American Gods”, do grande Neil Gaiman. E agora tenho mais uma pilha de material para saborear (jogar mesmo que é bom, necas!). É simplesmente viciante. Cada mitologia criada por autores não-rpgistas traz novas perspectivas, às vezes pequenas ou grandes distorções de vários conceitos sacramentados pelas editoras de rpg, e sem dúvida alguma nos inspiram bastante.

Pequeno parêntese: agora que “Os Instrumentos Mortais” está indo pra telona (série que eu li há uns 3 anos porque ganhei o primeiro livro num concurso na internet), muita gente vai voltar a trolar estas temáticas adolescentes com elementos sobrenaturais, da forma como fizeram com a saga Crepúsculo. Pode não ser o estilo preferido de muita gente, mas como professor que trabalha com muitos adolescentes, pode dizer que livros como estes, por mais ‘bobinhos’ ou ‘ridículos’ que sejam têm feito essa galera ler livros e se divertir. E isso sempre vai contar pontos no meu caderninho.

Voltando ao assunto, é claro que tudo que ando lendo tem me inspirado a trazer pra mesa de jogo, mas por outro lado vem aquele angustiante impasse sobre o que aproveitar ou não. Quase que instintivamente me peguei pensando em já criar um jogo novo no melhor estilo toolbox entitulado “Fantasia Urbana”, dedicado a cobrir todas estas ambientações juvenis sobrenaturais, de Percy Jackson a Harry Potter e as vampiridades por aí. Daí pensei, “Já foi feito, Sérgio. Chamam de Monsterhearts.”

E isso me levou a parar um pouco e dar uma conferida em tudo que já produzi em termos de rpg. Tenho dois sistemas diceless (Carma, de 2001, e Equilibrium, rascunhado pro concurso FVM2013), dois sistemas que usam D6 (o Highlights, que soma todos os dados rolados, e O Lado Sombrio, que busca por sequências numéricas), um sistema que usa D10 (o Roll Over/Under, que como o nome sugere tem rolagens abaixo de um número-alvo e acima), tenho um sistema que trabalha com % ou D100 (o DP00L, parecido com o RollOverUnder, mas dentre outras diferenças usa pilhas de d10 para definir a dezena), e até um sistema estilo ‘fortune-in-the-middle’ (chamado simplesmente de Prioridade, no qual o jogador lança vários D6 e cada um é aplicado a coisas diferentes numa cena). Em matéria de tipos de sistemas que me atraem, só me falta desenvolver um usando cartas de baralho (já que não curto jogos com contagem de sucessos)!

Observando o que já fiz, percebi que todos eles (com a única exceção sendo O Lado Sombrio) foram feitos sem qualquer foco, uma tentativa de ter sistemas flexíveis para uma variedade de gêneros e ambientações. Hoje encaro isso como uma grande falha. Jogos precisam de uma proposta objetiva sobre que tipo de jogo se dispõem a proporcionar. Se calhar de alguém querer reaproveitar as premissas para outra coisa é pra isso que inventaram o termo “hack”, por assim dizer.

Então é isso, ando mais ausente do que o normal porque estou filtrando e refinando o material que já tenho, atualizando regras, rascunhando ideias de cenários para cada um destes projetos antigos, e aos poucos vou trazendo posts sobre esta nova etapa do diário de design, mostrando como as coisas funcionavam antes, como passarão a funcionar e os motivos por trás de cada alteração.

Isto também significa que a ambientação inspirada no mundo de Dresden vai sair, mas ainda não sei quais conjuntos de regras irei usar.

Bom fim de semana, e bons jogos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s